Entidades requerem corredor exclusivo de ônibus e ciclovia na SC 405

E-mail Imprimir PDF

scxNo dia 20 de fevereiro a ViaCiclo protocolou junto a várias organizações públicas e privadas o Ofício 003/09 solicitando que a terceira pista da SC 405, a ser construída entre o Trevo da Seta, na Costeira do Pirajubaé, e o Trevo do Rio Tavares, no Rio Tavares, tenha uma função social e promova a sustentabilidade da mobilidade urbana.

No entender da ViaCiclo e de outras seis organizações locais que subscreveram a petição, "a obra não pode continuar a favorecer o meio de transporte que tem sido o responsável pelos insuportáveis aborrecimentos causados ao deslocamento dos cidadãos e dos visitantes de Florianópolis, a saber, os automóveis particulares", conforme declaração do Diretor Administrativo da entidade, André Geraldo Soares.

Em todas as cidades brasileiras se constata que o oferecimento de mais vias aos automóveis causa a sua saturação em curto espaço de tempo, o que significa um mau uso do dinheiro público e resulta em maior poluição atmosférica e em aumento da ocupação do espaço público pelos meios privados.

O Ofício solicita à Secretaria de Estado da Infra Estrutura de Santa Catarina e à Prefeitura Municipal de Florianópolis que a terceira pista seja destinada exclusivamente ao transporte coletivo, sob a forma de corredor exclusivo para ônibus, e que a obra não seja realizada sem a instalação de ciclovia e de calçada adaptada para portadores de deficiência.

A reivindicação se baseia tanto na legislação vigente quanto em importantes documentos de orientação, tais como a "Carta de Blumenau", elaborada pelo Fórum Catarinense pela Preservação da Vida no Trânsito, o "Manifesto pela Prioridade ao Transporte Público", elaborado no debate comunitário Mobilidade Sustentável, e o "Plano Nacional sobre Mudança do Clima", decretado pela Presidência da República, além de se referir à "Carta de Compromisso com os Ciclistas", assinada pelo prefeito de Florianópolis quando ainda candidato ao atual mandado.

Segundo Soares, "é nítida a insatisfação da população com o trânsito da cidade, e o poder público deveria optar por tomar decisões que promovam a inclusão social e sustentabilidade da cidade". As entidades aguardam o pronunciamento oficial dos órgãos públicos.

Clique aqui para baixar o Ofício, com relação das entidades que o subscreveram, os destinatários e os documentos a ele anexados podem ser baixados em .

Foto de http://www.noticiasdocampeche.com.br.

Florianópolis, 25/09/09.

 

Última atualização ( Qui, 26 de fevereiro de 2009 17:24 )  

Comentario 

  1. #1 Guto Write e-mail
    2009-02-2708:55:59 Parabéns pela iniciativa. Realmente é chegada a hora de investir em saúde, qualidade de vida (verdadeira), e uso sutentável dos recursos disponíveis na natureza. Ciclovias já! Não há como se pensar em uma Floripa para mais 20 anos sem esse incremento urgente.

Adicionar comentario

:D:lol::-);-)8):-|:-*:oops::sad::cry::o:-?:-x:eek::zzz:P:roll::sigh:
Bold Italic Underlined Striked Quote


Codigo de seguranca
Atualizar

Canais

Ferramentas

On-line

None

Patrocinador

Banner

Parceiros

Publicidade

Banner