"Devoção" por carros pode estar relacionada com agressividade no trânsito

E-mail Imprimir PDF

adsfffQuando o carro deixa de ser visto como um mero meio de transporte e se torna uma extensão da personalidade do dono, a agressividade para com outros motoristas e o risco de acidentes de trânsito aumentam. Essa foi a principal conclusão de um estudo feito pela Fox School of Business, da Temple University, nos Estados Unidos.

A pesquisa foi divulgada recentemente pelo periódico Psychology and Marketing e tem como base dois levantamentos feitos em Israel. Em um deles, 134 homens e mulheres na faixa dos 23 anos responderam perguntas gerais sobre seus valores, personalidade e atitudes. O outro, baseado no primeiro, foi feito com 298 pessoas, que falaram sobre atração pelo risco, impulsividade, prazer em dirigir e pressa.

A partir dessas respostas, os pesquisadores perceberam que, quanto mais uma pessoa se identifica com seu carro e vê nele um reflexo de sua personalidade, maior é a tendência de ser agressivo enquanto dirige e de infringir as leis de trânsito. Esse comportamento também é mais forte em pessoas materialistas e com tendências a compulsividade.

Não é à toa que os seguros de carro são, em geral, mais caros para homens com menos de 25 anos. Segundo o estudo, jovens que ainda não têm sua identidade completamente formada tendem a ser mais hostis no volante, usado como artifício de autoafirmação. Além disso, eles costumam ser mais confiantes do que o recomendado e fazendo manobras muito arriscadas.

A pesquisa acrescenta ainda que, ao verem os carros como extensão de si mesmos no trânsito, os mais agressivos encaram as ruas como um território a ser ocupado e controlado por eles, inclusive com o uso da força.

Essa atitude não está ligada diretamente ao modelo ou ao preço do carro. De acordo com outra pesquisa, realizada pela Colorado State University e publicada em 2008 pelo Journal of Applied Social Psychology, os motoristas mais agressivos são aqueles cujos carros possuem adesivos decorativos, independentemente da mensagem escrita neles.

A explicação, segundo os pesquisadores, está na intenção de marcar o território e, se for preciso, enfrentar quem ousar invadir seu espaço.

 

Por Luciana Carvalho

 

Retirado de http://exame.abril.com.br/estilo-de-vida/carros-cia/noticias/devocao-por-carros-pode-estar-relacionada-com-agressividade-no-transito em 10/12/2011

 

 

 

Última atualização ( Qua, 11 de abril de 2012 13:18 )  

Adicionar comentario

:D:lol::-);-)8):-|:-*:oops::sad::cry::o:-?:-x:eek::zzz:P:roll::sigh:
Bold Italic Underlined Striked Quote


Codigo de seguranca
Atualizar

Canais

Ferramentas

On-line

None

Patrocinador

Banner

Parceiros

Publicidade

Banner